segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

O cuidado de Deus com as mulheres

Quando saíres à peleja contra os teus inimigos, e o Senhor teu Deus os entregar nas tuas mãos, e os levares cativos,
se vires entre os cativas uma mulher formosa à vista e, afeiçoando-te a ela, quiseres tomá-la por mulher,
então a trarás para a tua casa; e ela, tendo rapado a cabeça, cortado as unhas,
e despido as vestes do seu cativeiro, ficará na tua casa, e chorará a seu pai e a sua mãe um mes inteiro; depois disso estarás com ela, e serás seu marido e ela será tua mulher.
E, se te enfadares dela, deixá-la-ás ir à sua vontade; mas de modo nenhum a venderás por dinheiro, nem a tratarás como escrava, porque a humilhaste.
Deuteronômio 21:10 a 14

Quando Deus dá esse decreto, Ele demonstra clara preocupação e respeito pelos sentimentos das mulheres e pelo seu sofrimento.
O ato de raspar a cabeça e cortar as unhas fazia parte de um ritual de luto, despir o vestido do cativeiro queria dizer que ela deveria ser considerada como esposa e não escrava, apesar de ter sido trazida em situação de exílio.
O contrário do que muitas mulheres imaginam, Deus não quer ver mulheres sendo oprimidas e humilhadas por aqueles que são considerados mais fortes, pelo contrário, a mulher foi criada de forma especial e maravilhosa.
A mulher não é uma ideia tardia, quando Deus criou o homem Ele já havia planejado e assegurado a criação da mulher tendo em vista sua suma importância.
Simplesmente Deus nos viu necessárias!
Assim como os homens fomos criadas a semelhança de Deus, e temos diante dele o mesmo valor e igualdade, somos equivalentes em pessoalidade enquanto diferentes e únicas em personalidade e funções.
Nesse texto vemos a forma amorosa como Deus protegeu a mulher, a fim de que ela não fosse reduzida da posição de esposa para escrava.
Que amor incrível Deus tem pela mulher, que respeito ao nos considerar tão valorosas quanto os homens ao ponto de demonstrar tanto cuidado em nos proteger.
Nós mulheres precisamos ter a consciência de que Deus planejou todo o bem ao nos criar e Ele tem planos de restauração e de paz e não de mal,Ele conhece a dor e o luto, e mesmo aquelas que estão vivendo humilhadas e subjugadas,podem crer que o nosso defensor e advogado é o Senhor Todo Poderoso e que Ele mesmo trará o livramento em tempo oportuno em nome de Jesus!
Kátia Cruz

Nenhum comentário: